CAMOCIM CEARÁ

Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra; Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos; Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia; Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus; Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.(Mt.5)

domingo, 24 de setembro de 2017

PAIS E FILHOS




Estátuas e cofres e paredes pintadas Ninguém sabe o que aconteceu. Ela se jogou da janela do quinto andar Nada é fácil de entender. Dorme agora, é só o vento lá fora. Quero colo! Vou fugir de casa! Posso dormir aqui com vocês? Estou com medo, tive um pesadelo Só vou voltar depois das três. Meu filho vai ter nome de santo Quero o nome mais bonito. É preciso amar as pessoas Como se não houvesse amanhã Porque se você parar pra pensar Na verdade não há. Me diz, por que que o céu é azul? Explica a grande fúria do mundo São meus filhos Que tomam conta de mim. Eu moro com a minha mãe Mas meu pai vem me visitar Eu moro na rua, não tenho ninguém Eu moro em qualquer lugar. Já morei em tanta casa Que nem me lembro mais Eu moro com os meus pais. É preciso amar as pessoas Como se não houvesse amanhã Porque se você parar pra pensar Na verdade não há. Sou uma gota d'água, sou um grão de areia Você me diz que seus pais não te entendem, Mas você não entende seus pais. Você culpa seus pais por tudo, isso é absurdo São crianças como você O que você vai ser, Quando você crescer?

EDUARDO E MÔNICA



Quem um dia irá dizer Que existe razão Nas coisas feitas pelo coração? E quem irá dizer Que não existe razão? Eduardo abriu os olhos, mas não quis se levantar Ficou deitado e viu que horas eram Enquanto Mônica tomava um conhaque No outro canto da cidade, como eles disseram Eduardo e Mônica um dia se encontraram sem querer E conversaram muito mesmo pra tentar se conhecer Um carinha do cursinho do Eduardo que disse "Tem uma festa legal, e a gente quer se divertir" Festa estranha, com gente esquisita "Eu não tô legal", não agüento mais birita" E a Mônica riu, e quis saber um pouco mais Sobre o boyzinho que tentava impressionar E o Eduardo, meio tonto, só pensava em ir pra casa "É quase duas, eu vou me ferrar" Eduardo e Mônica trocaram telefone Depois telefonaram e decidiram se encontrar O Eduardo sugeriu uma lanchonete Mas a Mônica queria ver o filme do Godard Se encontraram então no parque da cidade A Mônica de moto e o Eduardo de "camelo" O Eduardo achou estranho, e melhor não comentar Mas a menina tinha tinta no cabelo Eduardo e Mônica eram nada parecidos Ela era de Leão e ele tinha dezesseis Ela fazia Medicina e falava alemão E ele ainda nas aulinhas de inglês Ela gostava do Bandeira e do Bauhaus Van Gogh e dos Mutantes, de Caetano e de Rimbaud E o Eduardo gostava de novela E jogava futebol-de-botão com seu avô Ela falava coisas sobre o Planalto Central Também magia e meditação E o Eduardo ainda tava no esquema Escola, cinema, clube, televisão E mesmo com tudo diferente, veio mesmo, de repente Uma vontade de se ver E os dois se encontravam todo dia E a vontade crescia, como tinha de ser Eduardo e Mônica fizeram natação, fotografia Teatro, artesanato, e foram viajar A Mônica explicava pro Eduardo Coisas sobre o céu, a terra, a água e o ar Ele aprendeu a beber, deixou o cabelo crescer E decidiu trabalhar (não!) E ela se formou no mesmo mês Que ele passou no vestibular E os dois comemoraram juntos E também brigaram juntos, muitas vezes depois E todo mundo diz que ele completa ela E vice-versa, que nem feijão com arroz Construíram uma casa há uns dois anos atrás Mais ou menos quando os gêmeos vieram Batalharam grana, seguraram legal A barra mais pesada que tiveram Eduardo e Mônica voltaram pra Brasília E a nossa amizade dá saudade no verão Só que nessas férias, não vão viajar Porque o filhinho do Eduardo tá de recuperação E quem um dia irá dizer Que existe razão Nas coisas feitas pelo coração? E quem irá dizer Que não existe razão?

DEIXE O MUNDO GIRAR


Deixe o mundo girar E me entregue o seu carinho Pense um pouco mais em mim E deixe a vida passar. Não me fale da saudade Que aqui ficou em seu lugar Por favor diga sorrindo Que agora veio pra ficar. Deixe o mundo girar Não posso mais ficar sozinho Fique aqui perto de mim E deixe o mundo girar. Sinto muito que uma vida Seja tão pouco pra nós dois Não fale mais em despedida Não deixe nada pra depois. Deixe o mundo girar E me entregue o seu carinho Vamos ver o sol nascer { E deixe o tempo correr. {bis
.composição de Hank Cochran
versão de Luiz Keller

A VOLTA


Estou guardando o que há de bom em mim
Para lhe dar quando você chegar
Toda ternura e todo meu amor
Estou guardando pra lhe dar
E toda vez que você me beijar
A minha vida quero lhe entregar
Em cada beijo
Certo ficarei
Que você não vai me deixar
Grande demais foi sempre o nosso amor
Mas o destino quis nos separar
E agora que está perto o dia de você chegar
O que há de bom vou lhe entregar
Só vejo a hora de você chegar
Pra todo o meu amor poder mostrar
Mas quando eu
De perto te olhar
Não sei se vou poder falar
Grande demais foi sempre o nosso amor
Mas o destino quis nos separar
E agora que está perto o dia de você chegar
O que há de bom vou lhe entregar
Só vejo a hora de você chegar
Pra todo o meu amor poder mostrar
Mas quando eu
De perto te olhar
Não sei se vou poder falar
Estou guardando o que há de bom em mim
Para lhe dar quando você chegar
Estou guardando o que há de bom em mim
Para lhe dar quando você chegar
Estou guardando o que há de bom em mim
Para lhe dar quando você chegar
Estou guardando o que há de bom em mim

Compositores: Wilson Rodrigues / Arlindo Filho
Letra de A volta © Kobalt Music Publishing Ltd., Warner/Chappell Music, Inc

GOLDEN BOYS



01- Quero Lhe Dizer Cantando 00.00 02- Se Eu Fosse Você (com The Fevers) 02.29 03- Ai de Mim (All Of Me) 05.05 04- Parei Com Você 07.25 05- Agora é Tarde 09.40 06- Te Adoro (I Need You) 12.00 07- Pensando Nela (Bus Stop) 14.40 08- Devolva-me 17.30 09- Alguém Na Multidão 19.50 10- Não Vivo Sem Você 22.30 11- Que Fazer Se Eu lhe Quero Tanto (Can I Get To Know You Better) 25.10 12- Little Darling (vivo) 27.35 13- Eu Esperarei (I Will) 29.53 14- Se Eu Tivesse Alguém (If I Had a Hammer) 31.37 15- Mágoa 34.04 16- Vivo Esperando 36.30 17- Erva Venenosa 39.34 18- Minha Empregada 42.21 19- Se Você Quiser Mas Sem Bronquear 44.23 20- Não Esquenta a Cabeça, Não 47.18 Imagens da internet apenas ilustrativas, não tendo correspondência com as músicas postadas. Estação Saudade - Blog/Grupo Facebook e Comunidade no VK






O HOMEM E A MULHER BIÔNICA


A VOLTA DE CIBORG E DA MULHER BIÔNICA 













THOR NESTA TARDE DE DOMINGO


FILME QUE A GLOBO VAI MOSTRAR.